Devoção Pelo Entendimento - Burt Harding


Há um sentimento latente de que nós não merecemos o melhor

Pergunta: Como é o auto-ódio provocado em nós?

Burt Harding: É a crença de que somos apenas um corpo, e, portanto, um excesso de identificação com todos os pensamentos e emoções que ocorrem. O corpo é um instrumento maravilhoso para explorar o nosso potencial e, quando utilizado como tal, a nossa vida se torna rica e cheia de alegria. No entanto, quando acreditamos que somos apenas o instrumento, torna-se destrutivo e autolimitado. Paradoxalmente, quanto mais você se identifica com o corpo, mais você se tranca. Ele tenta destruir a si mesmo de forma simples, como excesso de alimentação e a falta de cuidado sobre o seu bem-estar. Ele começa a procurar o prazer através do sexo demais, beber, drogas, sensações, o excesso de sono e assim por diante.

P.: Por que fazemos isso para nós mesmos?

B. H.: Quando nós acreditamos que somos apenas um corpo, nos sentimos separados, solitários e mal amados. É muito sutil e quase nunca ocorre em um nível consciente. Isso é chamado de resistência à vida, autopunição ou autossabotagem. Buscamos o amor porque nos sentimos privados, no entanto, quando o encontramos, o sabotamos. Há um sentimento latente de que nós não merecemos o melhor. Essa baixa autoestima é o dilema humano comum. É destrutivo e o oposto da devoção.

Então, todo o drama da vida pode ser resumido em quatro verdades simples:

1 - Você é um ser humano. O ser humano representa o medo. O Ser representa o amor.

2 - Todo o sofrimento na vida é a aparente separação entre o humano e o Ser.

3 - A finalidade da evolução é a integração do humano e do Ser.

4 - Devoção para esse fim é a realização espiritual.

Burt Harding

Fonte: http://www.naodual.blogspot.com/

Próximo artigo - Início

0 comentários:

Postar um comentário

Maior é o que está em vós do que o que está no mundo (I João 4:4)