Orai e Vigiai - P. D. Ouspensky

A Lembrança de Si

Pergunta: A lembrança de si era uma característica do antigo conhecimento esotérico?

Ouspensky: Sempre, em toda a parte. Apenas algumas vezes, nas escolas religiosas, por exemplo, foi designada por um nome diferente. Isso não é arbitrário. É uma etapa necessária em nosso desenvolvimento, não uma tarefa imposta arbitrariamente. É preciso passar por ela e só se pode passar de uma forma.

Pergunta: Cristo alguma vez falou sobre ela - com quais palavras?

Ouspensky: Em cada página. Palavras diferentes. Por exemplo, "Não durmas", "Vigiai" - todo o tempo.

Pergunta: Se a identificação é uma perturbação emocional, o que causa esta perturbação. Por que é assim?

Ouspensky: Qualquer coisa, qualquer coisa no mundo pode causá-la. É difícil dizer o porquê. Pode ser um número excessivo de "eus", falta de controle se quiser. Mas "o porquê" não é tão interessante. Não estudamos o porquê. Estudamos o "como". Não podemos saber por que, ou sabemos apenas algumas vezes. Não temos controle; não sabemos que não temos controle e muitas outras coisas. Isso causa identificação. Nascemos rodeados de pessoas que sempre estão identificadas e por imitação inconsciente, nos tornamos iguais a elas.

Pergunta: Você disse que a Natureza era contrária ao desenvolvimento do homem. O desenvolvimento do homem é antinatural, não é?

Ouspensky: Sim, de certo modo. Os níveis são diferentes. A natureza criou o homem parcialmente desenvolvido, e por assim dizer, o deixou aí. Isso significa que a Natureza, a Natureza mais próxima, por assim dizer, necessita dele como ele é. Ao mesmo tempo a Natureza o criou com uma possibilidade de desenvolvimento, isto significa que ela pode usar o homem desenvolvido para algum propósito. As duas coisas são naturais - o fato de que o homem é parcialmente desenvolvido e o fato de que ele pode se desenvolver.

Pergunta: Você disse a algum tempo que vivemos sob 48 leis. Quais são elas?

Ouspensky: A Terra está sob 48 leis. Gravidade, coisas assim. Muitas e muitas leis sob as quais vive a Terra - movimento, leis físicas, leis químicas.

Pergunta: Você disse que na medida em que progredimos podemos eliminar algumas delas.

Ouspensky: Eu disse que a Terra vive sob 48 leis. O homem vive sob muito, muito mais do que 48. Algumas conhecemos - leis físicas, biológicas. Depois vêm as leis muito simples - a ignorância, por exemplo. Não conhecemos a nós mesmos, isso é uma lei. Se começamos a conhecer a nós mesmos, ficamos livres de uma lei. Não podemos aprender "esta é uma lei, esta outra lei, esta uma terceira lei". Para muitas delas não temos nomes. Todas as pessoas vivem sob a lei da identificação. Essa é uma lei. Aqueles que começam a lembrar de si mesmos podem se livrar da lei da identificação. Dessa forma podemos conhecer essas leis.

P. D. Ouspensky

Fonte: http://ricardo-yoga.blogspot.com/

Próximo artigo - Início









0 comentários:

Postar um comentário

Maior é o que está em vós do que o que está no mundo (I João 4:4)