A Entrega - Gangaji

O Regresso Da Mente à Sua Fonte

A metáfora de Lúcifer, o anjo preferido de Deus, o anjo da luz, o anjo da mente, é a história de, "Eu, meu. O meu poder, a minha glória, a minha vida, as minhas ações, as minhas conquistas, a minha vitória". Por fim, de forma abençoada, há o regresso da mente à sua fonte.

Quando isto for reconhecido, Lúcifer já não é o diabo, já não está em oposição, já não está ao serviço das alucinações de "eu" e "meu". Então, o Lúcifer pode, de novo, servir Deus. A mente pode servir a sua fonte. O regresso é a entrega. Deixa Deus ter-te. Desiste de toda a ideia e de toda a imagem do que Deus é. Pára de colocar limitações a Deus. Deixa que Deus tenha a tua vida. Pode nem sempre ser confortável, mas o que é uma vida de conforto em comparação com esta servidão sagrada? Sim, não vendas a tua alma por conforto. É uma venda miserável e não traz descanso. Poderá haver uma altura de emoção momentânea ou uma momentânea cessação de dor, mas tu já fizeste isto demasiada vezes. Tu sabes que nunca serás feliz até que entregues todos os teus fardos desnecessários. Por que adiar? Qualquer adiamento é mais um fardo desnecessário.

Gangaji

Fonte: http://naodual.blogspot.com/


Início





0 comentários:

Postar um comentário

Maior é o que está em vós do que o que está no mundo (I João 4:4)